sexta-feira 23 março, 2012

Carros antigos: A manutenção


Neste último post sobre carros antigos, irei falar sobre a manutenção e cuidados a tomar com a sua relíquia. A manutenção resume-se principalmente ao estudo por parte do próprio proprietário, pois muitas oficinas olham os carros antigos com receio e cobram a mais pelo serviço personalizado.
Algumas dicas para manter um carro antigo são:1. Estude e tenha curiosidade: Não custa nada, é divertido e você deve conhecer pelo menos o básico sobre a manutenção de um carro. Primeiro, porque algumas vezes você vai ficar na mão por causa de um alternador que não carrega a bateria adequadamente ou porque alguma peça do motor escapou. Então é bom saber, pelo menos, coisas básicas como regular um carburador, fazer pequenos reparos na elétrica e mecânica. Não tenha medo de se arriscar, até os mecânicos arriscaram um dia para chegar onde estão.2. Conteúdos interativos: Aproveite a internet, pois quase tudo está aqui. Procure por manuais, vídeos, artigos, blogs que falem de carros anigos. Conhecimento nunca é demais e as vezes eles nos são úteis. Participe de fóruns de carros antigos.

3. Promova melhorias: Não se limite a originalidade na parte mecânica e elétrica se teu carro sempre dá problema nas mesmas coisas. Por exemplo, se seu carro utiliza dínamo e quase sempre tem problemas com bateria descarregada, tente adaptar um alternador, pois vai ver que isso pode resolver o problema de vez. Se teu farol não ilumina muito bem, promova um farol de milha e vai perceber que a iluminação melhorará muito. Se acha que o painel é muito escuro, tente trocar as lampadas por led. São coisas que não tiram a originalidade estética do carro e promovem um melhor conforto.

4. Profissionais: Tenha sempre um profissional de confiança, evite fazer serviço em vários lugares. Isso ajuda você a padronizar o nível do serviço que é feito no teu carro e acaba acostumando o profissional a atender você de forma personalizada. Mecânicos e eletricistas querem liberar o espaço na oficina e se você for cliente novo, tenha certeza de que teu carro vai receber um serviço forma agilizada e ao mesmo tempo sem muito capricho. Pense nisso!

5. Caixa de ferramentas: Se você não a tem... reveja seus conceitos. Uma boa caixa de ferramenta vai lhe ser muito útil. Comece pelas chaves mais simples e vá aduirindo outras de acordo com a sua necessidade. Carros antigos são muito fáceis de reparar, porém sem uma boa caixa de ferramenta fica complicado. Aquela velha estória de que um fusca se concerta até com um pedaço de chiclete, é MENTIRA... você sempre vai precisar de ferramentas adequadas. Aprenda usar chave teste ou multimetro e fazer transferência de carga (a famosa chupeta), isso é muito útil.

6. Peças sobressalentes: Sempre tenha no porta-malas peças sobressalentes, é claro que não vai guardar um motor inteiro no porta-malas, porém algumas peças são baratas e sempre nos deixam na mão: Cabo de acelerador, cabo de embreagem, fusíveis, lampadas, parafusos e porcas, pois essas coisas são as que resolvem quando o carro para na rua. Ah... e sempre tenha um pedaço de pano, um arame, um barbante e fita isolante também.

CLIQUE AQUI E FAÇA DOWNLOAD DE ALGUNS MATERIAIS PARA ESTUDO

É isso pessoal. Com isso eu finalizo a série de 4 posts sobre carros antigos, são dicas gerais para quem está começando e se você tem alguma dúvida que eu possa ajudar, deixe um comentário aí embaixo. Até mais!


Veja também...


Encontro de fiats 147
Encontro de fiats 147
Carros Antigos
Reportagem sobre o SP2
Reportagem sobre o SP2
Carros Antigos
Carros antigos: A montagem
Carros antigos: A montagem
Carros Antigos

6 Comentários

  • Flavio disse:

    Olá, tudo bem?

    Estou com uma caminhonete antiga (Chevrolet Brasil 3100, ano 1962). O dono anterior fez algumas gambiarras e a direção hidraulica está muito ruim. Meu mecânico de confiança me sugeriu limpar a bagunça e colocar um kit de suspensão/freio/direção da D20, já que o motor que está lá é da D20 mesmo.

    Porém não conheço ninguém que faria esse serviço.

    Você tem alguém para indicar?

    Obrigado
    Flavio
    PS: pode ser alguém que fica em SP ou cidades próximas.

    • Cleibson Almeida disse:

      Amigão, pegue um manual, dicas e faça por conta própria. Está muito díficil achar alguém competente e que tenha paciência de atender aos nossos caprichos. Tem coisa que não dá pra fazer em casa, tipo lataria e pintura.... mas o resto dá pra fazer no quintal de casa. Fica muito melhor do que pagar para alguém fazer.

  • Marcio disse:

    Cleibson, muito obrigado pela dicas. Tenho um chevette tubarão com um motorzão nervoso e cuido muito dele. Eu evito levár-lo em mecânicos e tento fazer tudo o que posso no quintal de casa. Valeu amigão

  • Cleibson Almeida disse:

    Oi Willians. Infelizmente não poderei reformar teu carro. Mas a dica que fica é: Se quiser um serviço bem feito, escolha um bom profissional ou faça você mesmo!
    Grande abraço e boa sorte na reforma.

  • WILLIANS HIDEO SATO disse:

    GOSTARIA DE SABER SE VC REFORMA E PODE COLOCAR O MEU CARRO PARA RODAR REDONDO POIS TENHO UM ALFA 155 E GOSTO MUITO DELE


Trackbacks e Pingbacks

Deixe um Comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *