quinta-feira 08 março, 2012

Carros antigos: A funilaria


Pra quem já reformou um carro antigo sabe exatamente do que eu estou falando, pra quem ainda está engatinhando no assunto a palavra chave é "o funileiro", esse sim é um problema ou uma solução. Só depende de você!

Dificilmente uma reforma não passará pelas mão de um funileiro. Primeiro porque geralmente não temos espaço e nem equipamentos adequados para fazer o serviço em casa e depois porque essa é uma tarefa que envolve muito barulho com soldas e batidas de martelo e com certeza incomodaria os vizinhos.

Então, o jeito é deixar o trabalho nas mãos de um funileiro, mas para isso é necessário tomar alguns cuidados.

1. Funileiro é funileiro, geralmente eles entendem muito pouco de mecânica, elétrica e acessórios. Então o ideal é você desmontar tudo o que puder em sua própria garagem e não esqueça de tirar fotos antes da desmontagem, catalogar e separar as peças de acordo com o local de onde elas foram retiradas.

2. Funileiro só é caprichoso se você também for, pois eles adoram carros batidos, pois o serviço é rápido e o dinheiro entra rápido no caixa. Reformas de antigos não são bem vistas por eles, primeiro porque demora muito para preparar um carro para pintura final e depois porque reformar um antigo exige mais capricho do que desamassar um carro batido. Então, faça visitas frequentes e estude sobre o assunto para cobrar que seja feito um serviço de qualidade em seu carro.

3. Funileiro não é montador de carro, então se você deixar essa tarefa para ele você corre sério risco dele estragar peças genuínas. Contrate um montador, ou se quer um serviço bem feito, faça você mesmo. Montar um carro, não tem segredo, basta paciência, estudos e detalhismo para obter bons resultados.

4. Fique de olho, verifique se o material utilizado pelo funileiro é de boa qualidade e se ele utiliza as melhores técnicas na hora da pintura, pois a pintura é que vai aparecer. Mas não se esqueça que por baixo da tinta tem latão, e a lata precisa estar preparada para receber a tinta, não adianta lixar e meter tinta por cima, é preciso utilizar produtos antiferrugens, bases e outros materiais que ajudarão a conservar seu carro no tempo.

5. Soldas... ah sim, as soldas. Observe se a solda utilizada é a adequada, se seu funileiro utiliza solda elétrica fique atento, pois correrá risco dela se soltar logo logo. Um bom funileiro utiliza no mínimo solda oxiacetileno e seus pontos de solda são uniformes, atenção nessa dica.

6. Nem sempre conseguirá levar o carro todo depenado até a oficina de lataria. Neste caso, leve algumas caixas de plástico e peça ao funileiro que coloque ali, as peças que forem desmontadas de seu carro, principalmente as pequenas (parafusos raros, por exemplo). Se não tiver essa precaução, corre sério risco de ter suas peças misturadas com as de outro carro e aí meu caro, já era.

7. Esta é dica mais importante. NUNCA, nunca pague antecipadamente. Procure premiar o funileiro de acordo com o seu desempenho. Por exemplo, se ele prometeu que termina o serviço em 3 meses, pague em 3 vezes conforme o andamento do serviço. Conheço pessoas que pagaram antes e estão há mais de 2 anos esperando o término do serviço.

8. Tire fotos a cada visita que fizer a oficina, isso o ajudará a detectar falhas no serviço e também avaliar com calma se o trabalho está evoluindo. Ao final, você pode compartilhar essas fotos com amigos da internet e ajudar o próximo aventureiro que for reformar um antigo.

9. Antes de entrar em uma oficina, procure indicações de pessoas que possuem carros reformados, verifique se o funileiro tem experiência com carro antigo e principalmente se ele trabalha bem com lataria e solda. Pois, muita gente diz que é funileiro, mas só sabe usar massa plástica e pintar de qualquer jeito. Então, a qualidade final depende não só do seu bom gosto, mas primordialmente do funileiro que você vai contratar.

No próximo post falarei sobre a montagem do carro. Até a próxima.

Clique aqui e leia o post anterior sobre este assunto.


Veja também...


Encontro de fiats 147
Encontro de fiats 147
Carros Antigos
Reportagem sobre o SP2
Reportagem sobre o SP2
Carros Antigos
Carros antigos: A manutenção
Carros antigos: A manutenção
Carros Antigos

6 Comentários

  • Jorge Jardim disse:

    Boa tarde,

    Tenho uma Kombi que gostaria de restaurar sua estrutura.

    Está toda desalinhada provavelmente por conta das travessas e longarinas que podem ter cedido um pouco durante o tempo.

    Acredito ser necessário um trabalho nas longarinas, travessas, caixas de ar e assoalhos e portas.

    Conseguem me passar um orçamento para essa etapa estrutural inicialmente e deixar ela toda alinhada?

    A funilaria completa pretendo fazer em uma segunda fase. O principal para mim agora é essa parte estrutural.

    Me envie seu email para que eu te envie algumas fotos dela.

    Obrigado

  • Cleibson Almeida disse:

    Eliana

    Me envie as fotos pra eu dar uma avaliada!
    Qual é o carro? Ano? Cor?
    Sabe me dizer a marca dos produtos que ele utilizou na preparação e pintura?

    Abraço - Cleibson Almeida

  • Eliana Marques disse:

    Fiz com um funileiro de indaiatuba que só faz carros antigos. ..mas nao sei o q houve.no meu carro ele fez um péssimo serviço. ..o q faço queria q vc desse uma olhada

  • odair aparecido rosa disse:

    Bom dia Wagner.
    Sou restaurador de carros antigos, e me interessou a montagens do seu Ford 1929 , sou de Mogi Guaçu sp.
    se houver enterese espero contato.

  • Wagner disse:

    Tem alguma indicação de profissional para montar um fordinho 1929 em Brasília ? tenho todas as peças, preciso de mão-de-obra. Abs. Wagner

  • Ananias disse:

    Procuro o manual de mecânico no fusca 74, sabe onde encontro?


Trackbacks e Pingbacks

Deixe um Comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *